Carreata Marcha para Jesus acontece em outras cidades brasileiras

Atualizado: Nov 3


Nesta segunda-feira (02), a cidade de São Paulo recebeu sua 28ª edição da Marcha para Jesus, que ganhou um formato diferente por conta da pandemia.

Para evitar aglomerações e respeitando todas as normas municipais, durante o percurso, os participantes louvaram e fizeram orações, mas, desta vez, dentro de seus automóveis.


No estacionamento do Assembleia de Legislativa do Estado de São Paulo, foi montado um posto de arrecadação de alimentos para as próximas ações sociais da Igreja Renascer em Cristo, que, só durante a pandemia, distribuiu 1500 toneladas de alimentos.

A carreata começou às 13h, no Obelisco do Ibirapuera, na zona sul da capital, e seguiu em direção ao Pavilhão de Exposições do Anhembi, que foi palco de uma mega live, que contou com os maiores nomes da música gospel nacional.

Somando a estrutura de som e luz dos shows, foram mais cinco toneladas de equipamentos. O palco possuía 450 m². Além disso, form montados no local 16 telões e 5 painéis de led, que proporcionaram ao público uma visão privilegiada das apresentações.

Para o show, que seguiu o estilo drive-in, as vagas foram limitadas – apenas 1500 veículos previamente cadastrados.


Outras capitais brasileiras também aderiram ao formato. A carreata foi realizada simultaneamente no Rio de Janeiro, Manaus, Santa Catarina, Salvador e Recife.


"O mover não para mesmo! Estou muito emocionado pelo que vivemos aqui no Rio de Janeiro. Dezenas de bairros receberam a intercessão da Igreja, que continua viva e que não mede esforços para levar o amor de Deus!", afirmou o Bispo Antonio Abbud, responsável pela realização do evento na capital carioca.



Redação

2 visualizações